Mestre Joana

Mestre Joana

Mestra Joana é Joana D’arc da Silva Cavalcante.
Falar de Mestra Joana é falar de virtualidade. Do nome a sua trajetória. É Yakekeré Mãe Joana da Oxum, neta da Yalorixá Dona Maria de Quixaba, é sacerdotisa do Ylê Axé Oxum Deym, e a primeira mulher na história a ocupar o posto de maestria no maracatu nação. Mestra é resistência no sumo. É a verdadeira impetuosa mulher pernambucana, é de um intenso e extenso trabalho social e educacional nas comunidades do Pina e do Bode, na cidade do Recife. Seus trabalhos, que mesclam axé, doação, família, força e respeito, começam a datar a partir de 1999 com o grupo Oxum Opará, com meninas de 7 a 18 anos. Desenvolveu reintegração social com jovens e crianças no quilombo urbano Ilha de Deus através do Maracatu Axé da Ilha. E ofereceu aulas de percussão com os pacientes do CAPS (Centros de Atenção Psicossocial). Com a Nação do Maracatu de Baque Virado Porto Rico é responsável pela transformação musical e artística dos agbês ao agregar a danças dos orixás dos terreiros Nagôs; e coordenadora pedagógica do Ponto de Cultura Maracatu Porto Rico. Na Nação do Maracatu Encanto do Pina é Mestra Joana, liderança que desenvolve trabalho social com toda a comunidade. Atraves do Baque Mulher articula mulheres do país inteiro ao fortalecimento feminista popular. E com Mazuca da Quixaba realiza um resgate cultural das histórias dos velhos mestres da Jurema ao som do coco de terreiro.

* Texto por Lívia Anjos

(Visited 1 times, 1 visits today)

Videos